ESTE BLOG POSSUI CONTEÚDOS ACADÊMICOS RELACIONADOS AO CURSO DE GEOGRAFIA (LICENCIATURA) E, CONTEÚDOS DE ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSIVA. OBRIGADO PELA VISITA.

COLABORE COM O DESENVOLVIMENTO DESTE BLOG, PARA MAIS ESTUDOS E INFORMAÇÕES IMPORTANTES. MANDE SUA COLABORAÇÃO PARA BANCO DO BRASIL AGENCIA 4079-7 CONTA 9.4222-7 ITAIPULÂNDIA / PARANÁ.

INTERESSE EM PATROCINAR ESTE BLOG ENTRE EM CONTATO PELO E-MAIL anderson_josebender@hotmail.com

Quem sou eu

Minha foto
Sou simples, honesto, sincero, dedicado, carinhoso, compreensível e de muita fé em DEUS. Sou católico, Professor formado em Educação Infantil, pelo curso de formação de docentes do C.E.P.E.M (Colégio Estadual Padre Eduardo Michelis) de Missal - PR, formado em Geografia (licenciatura) pela UNIGUAÇU – FAESI, e Pós - Graduado em Educação Especial e Inclusiva.

Pesquisar no blog

Origem das Visitas

sexta-feira, 25 de abril de 2014

Resenha do Filme Mr. Holland: Adorável professor


UNIGUAÇU – UNIÃO DE ENSINO SUPERIOR DO IGUAÇU LTDA.
FAESI – FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR DE SÃO MIGUEL DO IGUAÇU
CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO.
Classificação das características das principais deficiências





ANDERSON JOSÉ BENDER








RESENHA DO FILME MR. HOLLAND ADORÁVEL PROFESSOR.




Trabalho apresentado à disciplina de Classificação das características das principais deficiências - da Faculdade de Ensino Superior de São Miguel do Iguaçu, sob orientação do Professor: Professor Tiago Ribeiro.






SÃO MIGUEL DO IGUAÇU
2014





RESENHA CRÍTICA

O filme relata a história de um homem que decidiu seguir a carreira de professor de música, para completar seu currículo.
A princípio, Holland tem a concepção de passar o conhecimento musical aos alunos, porém, teve grandes dificuldades de entendimento perante seus discentes. Desse modo, resolveu mudar a sua metodologia de ensino, fazendo com que os alunos aprendessem a partir de seus gostos musicais, no qual muitos deles responderam que era Rock and Roll. Dessa forma o novo método fez despertar interesse nos alunos sobre a disciplina, já que o trabalho se mostrava mais dinâmico.
Durante o filme, o professor descobre que os alunos possuem grandes habilidades e que será necessário lapidar e desenvolver esse talento, como na cena em que a menina tocava flauta há três anos, mas não dominava muito bem o instrumento, assim, Holland passou a usar um dos seus vários métodos para aflorar o talento da jovem menina.
Quando o professor recebe a informação de montar uma banda marcial e põe em prática a missão, o mesmo descobre que os alunos não obtém sucesso, até que se desperta o interesse de um professor de Educação Física, que se dispõe ajudar Holland em troca de ensinar um ex-aluno, a tocar um instrumento, pois, isso seria fundamental para que tal aluno se mantesse na equipe de luta.  Entretanto, essa “troca” não trouxe a Holland uma maneira fácil e sim, algo complexo e de difícil compreensão, até porque o professor usou de muitas formas, mas, sem sucesso. Já sem esperanças, o professor usou do método de bater com os pés para que o menino adquirisse ritmo do tambor, fazendo com que o menino aprendesse e tocasse na banda marcial.
Entretanto, as “lutas” de Holland não param por aí, pois, ele descobre que seu filho é surdo, não podendo ouvir a música. Porém, sua experiência adquirida fez com que o mesmo levasse seu filho na turma, para que este fosse vendo uma apresentação musical, dedicada a seu filho.
A “luta” do professor continua, porém as decepções o perseguiam e, acaba sendo anunciado que por questões financeiras, a escola deveria demiti-lo. Os alunos ficaram revoltados, organizam então uma festa onde montam uma orquestra,  realizando o grande sonho do professor.

CONCLUSÕES DO FILME

O filme nos passa uma mensagem, onde se tem a relação professor aluno e pai e filho, incluído tudo em uma só pessoa.
O que se pode refletir sobre o filme, é que a diferença foi feita e os métodos utilizados pelo professor foram fundamentais, fazendo com que o aluno aprendesse de uma maneira diferente, motivando-o, desenvolvendo nele, os talentos que um possuía, assim como em todos os alunos que passaram pelos ensinamentos de Holland.
Entretanto para esse professor chegar ao reconhecimento de seu trabalho, foi necessária muita persistência, enfrentando os conflitos pedagógicos da instituição e as barreiras que se formaram ao seu redor como os medos, a insegurança e os contratempos.
 Tudo isso, só foi possível, pois o amor do educador falou mais alto e a necessidade de não se excluir uma pessoa com necessidade especial para que esta pudesse se sentir inclusa, o comoveu e acabou promovendo o reconhecimento, principalmente de seus alunos.



ADORÁVEL PROFESSOR (MR. HOLLAND). Opus; Gênero: Drama; Duração: 140 min.; Ano de lançamento (EUA): 1995; Distribuição: Buena Vista Picture; Direção: Stephen Herek.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Marcadores