ESTE BLOG POSSUI CONTEÚDOS ACADÊMICOS RELACIONADOS AO CURSO DE GEOGRAFIA (LICENCIATURA) E, CONTEÚDOS DE ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSIVA. OBRIGADO PELA VISITA.

COLABORE COM O DESENVOLVIMENTO DESTE BLOG, PARA MAIS ESTUDOS E INFORMAÇÕES IMPORTANTES. MANDE SUA COLABORAÇÃO PARA BANCO DO BRASIL AGENCIA 3744-3 CONTA 9.422-6 MISSAL / PARANÁ.

INTERESSE EM PATROCINAR ESTE BLOG ENTRE EM CONTATO PELO E-MAIL anderson_josebender@hotmail.com

Quem sou eu

Minha foto
Sou simples, honesto, sincero, dedicado, carinhoso, compreensível e de muita fé em DEUS. Sou católico, Professor formado em Educação Infantil, pelo curso de formação de docentes do C.E.P.E.M (Colégio Estadual Padre Eduardo Michelis) de Missal - PR, formado em Geografia (licenciatura) pela UNIGUAÇU – FAESI, e cursando atualmente Pós - Graduação em Educação Especial e Inclusiva.

Pesquisar no blog

Origem das Visitas

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Transtorno do Narcisismo Maligno – Personalidade Perversa (Psicopata)

UNIGUAÇU – UNIÃO DE ENSINO SUPERIOR DO IGUAÇU LTDA.
FAESI – FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR DE SÃO MIGUEL DO IGUAÇU
CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSIVA
Classificação das características das principais deficiências



ANDERSON JOSÉ BENDER




TRANSTORNO DO NARCISISMO MALIGNO – PERSONALIDADE PERVERSA (PSICOPATA)



Trabalho apresentado à disciplina de Classificação das características das principais deficiências - da Faculdade de Ensino Superior de São Miguel do Iguaçu, sob orientação do Professor: Professor Tiago Ribeiro.




SÃO MIGUEL DO IGUAÇU
2014


Obs.: Informações retiradas do site e blog de Ana Maria Cecchini  BRUNI com referências ao final deste resumo.
 


TRANSTORNO DO NARCISISMO MALIGNO –  PERSONALIDADE PERVERSA (PSICOPATA)

O transtorno do narcisismo maligno, é um dos muitos problemas que estão presentes na população mundial, entretanto, quando a situação ainda se encontra em fase de definição, é difícil realizar o seu diagnóstico.
Uma vez que a mesma está diagnosticada, pode-se entende-la como a  falta de sentimentos de culpa, onde o indivíduo não sente vergonha do que faz e portanto, não se arrepende. As pessoas com este transtorno, são muito inteligentes e quando esta inteligência é muito desenvolvida, mais grave é o caso. De acordo com Augusto Zafra “El Trastorno Narcisista de la Personalidad puede considerarse una alteración del carácter que genera discapacidad para la vida personal, afectiva, interrelacional y laboral de la persona que lo padece”, ou seja, “o Transtorno pode ser considerado uma alteração do caráter que gera incapacidade pessoal e afetiva da pessoa
Para especificar melhor este problema, o Psiquiatra Dr. Augusto Zafra descreve as características descritas pelo  Psicanalista Otto Kernberg , onde o mesmo faz um diagnóstico específico caracterizando o problema. Assim, de acordo com ZAFRA, o Narcisismo maligno é caracterizado por:

*Tendencias antisociales más pronunciadas con presencia de actos de crueldad escalofriantes, violencia e incluso de asesinatos con una patología grave del superyó, lo que explica la ausencia de culpa ante las conductas destructivas que es capaz de desplegar.
*Tendencias borderline de gravedad extrema, que se manifiestan con Irascibilidad, impulsividad, mitomanía, baja tolerancia a la frustración, incapacidad de aplazar la gratificación, sentimientos de vacío y pensamientos crónicos de suicidio
*Comportamiento altamente sádico y rasgos paranoides marcados con mecanismos de defensa proyectivos, desconfianza, suspicacia y sensitividad.
*Ausencia de conciencia, culpa y autocritica respecto a su conducta, siendo a veces intensamente agresivos, con tendencia a la ofensa si se les lleva la contraria, desencadenando cólera (cólera narcisista)”.
*Presencia de vínculos inestables sin soportar otra perspectiva de la realidad, sólo la propia, siendo ésta la que rige toda su existência.

Ou seja, esse transtorno apresenta tendências antissociais, presença mais acentuada de atos frios de crueldade, violência e até mesmo assassinato, com patologia superego severo, o que explica a ausência de culpa perante os comportamentos destrutivos que são capazes de se exibir, além disso, este transtorno apresenta: tendências limítrofes de extrema gravidade que se manifestam com irritabilidade, impulsividade, mitomania, baixa tolerância à frustração, incapacidade de adiar a gratificação, sentimentos crônicos de vazio e pensamentos suicidas.
Dentro desta personalidade, os Traços de comportamento e paranoicos altamente sádicos são marcados por mecanismos projetivos da defesa, desconfiança, suspeita e sensibilidade.
A ausência de consciência culpa e autocrítica em relação à sua conduta, faz com que por muitas vezes, esta pessoa seja intensamente agressiva, sendo propenso a lesões provocando a ira (raiva narcisista).
Este indivíduo, portador desta personalidade, também não suporta outra perspectiva de realidade.

DEFINIÇÕES GERAIS COM BASES NOS ESTUDOS LEVANTADOS[1].

De acordo com os estudos levantados, pode-se resumir esta personalidade da seguinte maneira:

Características básicas

Este transtorno apresenta um egocentrismo patológico, autovalorização e arrogância, irresponsabilidade, encanto superficial notável de inteligência e loquacidade, impulsividade e ausência de autocontrole. Além destas características, estes indivíduos possuem grande pobreza de reações afetivas básicas, ausência de manifestação neuróticas, falta de capacidade de aprender com a experiência vivida além da manipulação do outro com recursos enganosos.
A estrutura geral desse transtorno narcisista do psicopata, se resume na auto referência excessiva, grandiosidade, tendência à superioridade, exibicionismo, dependência excessiva da admiração por parte dos outros e superficialidade emocional.

Sintomas básicos

Encanto superficial e manipulação, inverdades sistemáticas e comportamentos fantasiosos, ausência de sentimentos afetuosos, amoralidade, ou seja, não possuem consciência moral e nem noção de ética, são dotados de impulsividade, pois, agem sem pensar, cometendo brutalidades com pessoas próximas a elas.
Os portadores deste transtorno, nunca aceitam benefícios da reeducação, correção ou advertência se tornando perigosos quando pressionados a tal situação.

Situações vivenciadas por um aluno diagnosticado com traços psicopatologia

O aluno apresenta um histórico muito problemático, antes mesmo de ser inserido dentro do sistema educacional (educação infantil e ensino fundamental). Durante o processo de alfabetização e atualmente no ensino fundamental, O aluno apresenta dificuldades de auto-regulação, demonstrando agressividade em situações de conflito, utilizando palavras pouco cordiais para repelir ou afrontar. Quando repreendido, costuma não aceitar as solicitações, tendo dificuldade em cumprir as regras, usando muito de inverdades para justificar seus atos ou relatar as atitudes dos colegas e ainda dos profissionais da escola. Dentro do conteúdo, o aluno não realiza as tarefas, aparentando desanimo e cansaço, porém, sua inteligência e desenvolvida, mas, não a põe em prática, partindo na maioria das vezes para as brincadeiras e outras atividades.
Nos últimos dois anos, foram três ataques contra professores, onde dois se apresentam como mordidas com lesões e o último, golpe efetuado por material pontiagudo (lápis) no antebraço do professor auxiliar.
Os atos descritos aconteceram num momento pós-nervosismo do aluno, onde o mesmo já havia se acalmado, estando em silêncio, e ao sentir a proximidade do profissional de educação reagiu com os atos de violência.

REFERÊNCIAS

BRUNI, Ana Maria Cecchini. Síndrome do Narcisismo Maligno - Personalidade Perversa. Território mulher. Seção histórico. Disponível em: < http://www.territoriomulher.com.br/index.asp?id=423 >. Acesso em: 08 mai.2014.

__________________ Síndrome do Narcisismo Maligno. Blog Psicopatas. Seção postagens. Disponível em: <http://psicopatasss.blogspot.com.br/2009/06/sindrome-do-narciso-maligno.html>. Acesso em 08 mai. 2014.

ZAFRA, Augusto.  El narcisista y el narciso maligno de kernberg. Dr. Augusto Zafra Psiquiatria. Seção Mi blog. Disponível em: <http://www.psiquiatra-valencia.com/mi-blog/el-narcisismo-maligno-de-o-kernberg/>. Acesso em 08 mai. 2014.



[1] Informações retiradas do site e blog de Ana Maria Cecchini  BRUNI com referências ao final deste resumo. 

Marcadores