ESTE BLOG POSSUI CONTEÚDOS ACADÊMICOS RELACIONADOS AO CURSO DE GEOGRAFIA (LICENCIATURA) E, CONTEÚDOS DE ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSIVA. OBRIGADO PELA VISITA.

COLABORE COM O DESENVOLVIMENTO DESTE BLOG, PARA MAIS ESTUDOS E INFORMAÇÕES IMPORTANTES. MANDE SUA COLABORAÇÃO PARA BANCO DO BRASIL AGENCIA 3744-3 CONTA 9.422-6 MISSAL / PARANÁ.

INTERESSE EM PATROCINAR ESTE BLOG ENTRE EM CONTATO PELO E-MAIL anderson_josebender@hotmail.com

Quem sou eu

Minha foto
Sou simples, honesto, sincero, dedicado, carinhoso, compreensível e de muita fé em DEUS. Sou católico, Professor formado em Educação Infantil, pelo curso de formação de docentes do C.E.P.E.M (Colégio Estadual Padre Eduardo Michelis) de Missal - PR, formado em Geografia (licenciatura) pela UNIGUAÇU – FAESI, e cursando atualmente Pós - Graduação em Educação Especial e Inclusiva.

Pesquisar no blog

Carregando...

Origem das Visitas

terça-feira, 15 de março de 2011

Questões sobre Fundamentos da Educação Filosofia e História


Nomes: Anderson José Bender, Eliane Reichert e Larissa Reitter


Fundamentos da Educação Filosofia e História

Professor Luiz Carlos de Souza
Questões para trabalho em grupo
1-    
  Comente sobre os ideais republicanos e sua frustração durante a Primeira República
As frustrações foram às seguintes:
·         Frustração da centralização do poder com os coronéis pela política café-com-leite.
·         Frustração democrática, onde só podiam votar homens maiores de 21 anos.
·         Frustração pelo impedimento das classes mediais e pobres no poder.
·         Frustração da economia do café levando o Brasil á crise.
·         Frustração da dependência cultural dos europeus através da semana da arte-moderna

2-      Comente os princípios educacionais discutidos durante a primeira republica e que passaram a fazer parte da constituição de 1934.

No período republicano surge a estrutura e funcionamento do 1º e 2º Graus, em 1930, construindo o sistema educacional brasileiro tendo alguns princípios como: gratuidade e obrigatoriedade do ensino de 1º Grau, direito a educação, liberdade de ensino, obrigação do estado e da família na educação e ensino religioso.

3-      Caracterize os debates educacionais da primeira República.

·         A fundação da Associação Brasileira de Educação, que contribuiu para congregar os educadores.
·         O inquérito sobre Educação promovido pelo jornal Estado de São Paulo, que procurou levantar problemas e soluções a todos os graus de ensino.
·         As reformas educacionais realizadas por vários Estados durante a década de 1920.

4-      Que fatos estimularam tais debates?

·         A redução do ensino primário de sete para cinco anos, com a redistribuição dos professores restantes.
·         Provisoriamente, quando o numero de matriculados excedesse a lotação do prédio, o estabelecimento do sistema de dois turnos.
·         A construção de grandes grupos escolares.

5-      Como se fazia a adaptação ao meio?

·         O urbano com escola primária e com oficinas e pequenas indústrias.
·         Na zona rural campos de experiência agrícola.
·         Na zona marítima, atividades centralizadas em museus e oficinas de pesca.

6-      Comente as funções educacionais assumidas pelo Governo Federal a partir da constituição de 1934.

As funções foram de:
·         Integração e de planejamento global da educação que passou a ser competência da educação em todo o território do país.
·         Função normativa para todo o território nacional e para todos os níveis.
·         Função supletiva de estimulo e assistência técnica
·         Função de controle, supervisão e fiscalização.

7-      Quais as principais idéias do manifesto dos pioneiros da Educação Nova?

As principais idéias foram:
·         A educação é vista como instrumento essencial.
·         A educação deve ser essencial pública, obrigatória, gratuita e sem preconceitos.
·         A educação deve ser funcional e ativa e os currículos devem adaptar-se aos interesses naturais dos alunos.
·         Todos os professores, mesmo os do ensino primário, devem ter formação universitária.

8-      Qual a significação da fundação das universidades para o ensino superior brasileiro?

Significou a introdução no sistema de ensino superior, dos estudos de caráter, da pesquisa e dos altos estudos, da unificação e desintegração e da autonomia universitária.

9-      Caracterize o período de 1946 – 1964.

O livre jogo das forças democráticas permitiu um desenvolvimento dos movimentos populares, eleições diretas para todos os níveis e as organizações representativas dos diversos setores sociais, que puderam atuar mais ou menos livremente. Tratou-se de uma democracia limitada. No campo educacional o ensino técnico-profissional conseguiu legalmente, sua equivalência com o secundário

10-  Qual a importância da Lei nº 4024/1961 para a Educação Brasileira?

Estabeleceram diretrizes e bases da educação Nacional, em todos os níveis, do pré-primário ao ensino superior e proporcionou a liberdade de ensino.
11-  Faça um comentário sobre a educação na constituição de 1946.

A constituição de 1946 restabeleceu o regime democrático no país  entre reintroduzindo alguns princípios como:a educação como direito de todos,a escola primaria obrigatória, a assistência aos estudantes e a gratuidade do ensino oficial para todos ao nível primário e aos níveis ulteriores para os que provassem falta ou insuficiência de meios.Essa constituição estabeleceu como regra o ensino ministrado pelos poderes públicos, manteve também, o ensino religioso obrigatório para os estabelecimentos e ministrado segundo a confissão religiosa dos alunos.
12-  Qual objetivo da luta pela escola pública? Quais os resultados?

O objetivo era obter a educação como um direito de todos.
Mas para que todos tivessem direito a educação, seria necessário ampliar o numero de escolas publicas e gratuitas, já que as particulares eram pagas, dessa forma, só acessíveis a determinadas classes sociais. Com o passar dos anos esse quadro foi mudando e hoje conseguimos perceber mudanças, como o crescimento de matriculados no curso ginasial, principalmente em função da maior participação dos poderes públicos.Atualmente, este detém quase a exclusividade das escolas de 1 e 2 grau;a iniciativa particular deslocou-se para o ensino superior,onde detém a maioria das vagas.

13-  O que foi feito em beneficio da educação de adulto durante o período?

O grande benefício foi à campanha de educação para adultos iniciada em 1947 apresentando resultados consideráveis. O ministério da educação juntamente com o governo federal financiava o ensino supletivo no Brasil, desestimulado a alfabetização para adultos.

14-  Quais as características do método de Paulo Freire?

Paulo Freire tinha uma grande experiência  no campo da alfabetização de adultos e no processo de comunicação. A idéia básica do método de Paulo Freire é a adequação do processo educativo às características do meio, ele começava por localizar os analfabetos residentes na área, prosseguia na entrevista com os adultos registrando as palavras das pessoas, sobre suas experiências divididas na família, no trabalho, nas atividades religiosas, políticas, recreativas, etc. Dessas palavras adquiridas nas entrevistas eram formadas as silabas e assim, formando novas palavras. As discussões das palavras permitia que o individuo se conscientizasse da realidade, o que o torna mais significativo ao processo de alfabetização.
15-  O que aconteceu com a educação brasileira a partir de 1964?

A partir de 1964, a educação brasileira, passou a ser vítima do autoritarismo que se instalou no país. Reformas foram efetuadas nos níveis de ensino, sem a participação dos maiores interessados, como alunos e professores. Os resultados são os que vemos em nossas escolas: índices de repetência evasão escolar, professores sem motivação para trabalhar e grande taxa de analfabetismo.

16-  Comente em poucas palavras, as características do regime instalado no Brasil em 1964.

O regime militar instalado no país em 1964 pretendeu frear os avanços e as conquistas populares. Políticos do poder tiveram seus mandatos cassados e muitos deles foram presos, milhares de funcionários públicos saíram de seus cargos, o povo brasileiro impedido de escolher o presidente da republica. A concentração da riqueza em poucas mãos acentuando as desigualdades, vários sindicatos foram destituídos de seus cargos, aumentando os desempregos e tornando as condições de vida sempre mais precárias, os índices de mortalidade infantil cresceram, as doenças aumentaram fazendo do brasileiro um povo doente e faminto.

17-  Como os estudantes foram tratados pelo governo a partir de 1964?

Numerosas escolas foram invadidas pela policia, muitos professores e estudantes foram presos, e todas as escolas passaram ser observadas por agentes dos órgãos de informações do governo, sob o controle do Serviço Nacional de Informações (SNI). Em 9 de novembro de 1964 foi baixada a Lei.4 464 com o objetivo de acabar com o movimento estudantil,ao transformar as entidades dos estudantes em órgãos dependentes de verbas e orientação do Ministério da Educação.Os estudantes não podiam se reunir, discutir seus problemas, reivindicar mais vagas e melhores condições de ensino.

18-  Como foi aprovada a reforma do ensino de 1º e 2º Graus de 1971?

A lei da reforma foi aprovada no prazo previsto, já que a maioria dos congressistas pertencia a Arena, o partido do governo. A sessão que aprovou a reforma durou apenas duas 2 horas e meia e discursaram apenas 4 deputados.E o ensino de 1 e 2 grau foi, assim, rapidamente reformado,ao menos em termos legais, de acordo com a orientação  imposta pelo governo, sem participação popular.

19-  Comente os objetivos do ensino de 1º e 2º Graus a partir de 1971.

O ensino de 1 e 2 grau tem por objetivo geral proporcionar ao educando a formação necessária ao desenvolvimento das suas potencialidades como elemento de auto realização, preparação para o trabalho e para o exercício consciente da cidadania.Trata-se de um objetivo perfeitamente adequado às responsabilidades que cabem à educação escolar, tanto na formação pessoal, quanto na preparação do individuo para a vida social.

20-  Como ficou a estrutura do ensino brasileiro a partir de 1971.

A reforma de 1971 modificou a estrutura anterior do ensino.O antigo curso primário e o antigo ginásio foram unificados num único curso de 1 grau,com duração de oito anos.Os ramos profissionais existentes no antigo ginásio(industrial,comercial,agrícola e normal)desapareceram.O ensino de 1 grau não oferece formação profissional, mas destina-se tão somente à educação geral.O ensino de 2 grau tornou-se todo ele profissionalizante.O aluno só poderia concluí-lo mediante a obtenção de um diploma de auxiliar técnico de 3 ou 4 anos.O que podemos perceber é que a lei de 1971 estabeleceu um verdadeiro caos no antigo ciclo colegial e atual ensino 2 grua, todos os estabelecimentos foram obrigados a implantar habilitações profissionais, mesmo sem a mínimas condições para tanto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Marcadores