ESTE BLOG POSSUI CONTEÚDOS ACADÊMICOS RELACIONADOS AO CURSO DE GEOGRAFIA (LICENCIATURA) E, CONTEÚDOS DE ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSIVA. OBRIGADO PELA VISITA.

COLABORE COM O DESENVOLVIMENTO DESTE BLOG, PARA MAIS ESTUDOS E INFORMAÇÕES IMPORTANTES. MANDE SUA COLABORAÇÃO PARA BANCO DO BRASIL AGENCIA 3744-3 CONTA 9.422-6 MISSAL / PARANÁ.

INTERESSE EM PATROCINAR ESTE BLOG ENTRE EM CONTATO PELO E-MAIL anderson_josebender@hotmail.com

Quem sou eu

Minha foto
Sou simples, honesto, sincero, dedicado, carinhoso, compreensível e de muita fé em DEUS. Sou católico, Professor formado em Educação Infantil, pelo curso de formação de docentes do C.E.P.E.M (Colégio Estadual Padre Eduardo Michelis) de Missal - PR, formado em Geografia (licenciatura) pela UNIGUAÇU – FAESI, e cursando atualmente Pós - Graduação em Educação Especial e Inclusiva.

Pesquisar no blog

Origem das Visitas

sábado, 26 de novembro de 2011

Questões sobre Arborização: Biogeografia e Climatologia II

TRABALHO APLICADO À SEMANA ACADÊMICA DE GEOGRAFIA
Anderson José Bender. 4º Período de Geografia. Professor Ma. Raniere Garcia Paiva
Disciplinas de Biogeografia e Climatologia II.


1.    É importante o município manter um sistema e plano de arborização?

Com certeza, pois o mesmo desempenha funções importantes nas cidades, e tem um papel fundamental na questão de estética, proteção e caracterização das Áreas Verdes. Assim existe uma melhoria da qualidade de vida dos munícipes. 
No entanto para o plano funcionar bem é necessário à instalação de um viveiro ou Horto Florestal Municipal que possa gerenciar e controlar o enfoque das mudas, já que as mesmas necessitam de uma seleção que possa se adaptar aos centros urbanos e que não interfiram nas redes elétricas e na estrutura das calçadas e edificações visando à implantação perfeita do Plano Diretor.


2.    Quais são os benefícios de se manter as cidades arborizadas?

Os benefícios são vários: o restabelecimento da relação entre o homem e o meio natural, garantindo melhor qualidade de vida, proporcionando um bem estar psicológico, melhor efeito estético, sombra para pedestres e veículos, protege e direciona o vento, amortece o som amenizando a poluição sonora, preserva a fauna silvestre, além ainda de contribuir para reduzir o impacto causado pela água da chuva em seu escorrimento superficial, e um dos mais importantes: auxilia na diminuição da temperatura, pois, absorve os raios solares e refresca o ambiente pela grande quantidade de água transpirada pelas folhas que melhora a qualidade do ar.


3.    Apresente fotos de sua cidade que mostre boas condições de arborização urbana.


Cidade de Missal / PR (Centro)






Avenida Dom Geraldo Sigaud, mantem uma boa arborização em se tratando de uma avenida.





  Rua Cerro Largo com Avenida Dom Geraldo Sigaud, mantem uma excelente arborização sombreando boa parte da rua.





Rua Dom Pedro I. Anexo praça Eugênio Schneiders, praticamente 100% Arborizada.


 



Rua Paraná mantem uma boa arborização.





Avenida John Kennedy com boa arborização, mantem sombreamento constante durante toda a avenida. 





Rua Flores da Cunha. Exemplo de arborização que mantem uma residência totalmente protegida dos raios solares.






4.    O microclima de uma cidade pode melhorar conforme sua arborização?

Sim com certeza, uma boa arborização contribui e muito na questão de sombreamento refrescando o meio ambiente e protegendo as pessoas em parte dos raios solares. No entanto vale lembrar que para uma melhor eficácia, além da arborização, outros meios são necessários para amenizar as ilhas de calor como: Adotar materiais com alta inércia térmica como tijolos na parede, telha sanduiche na cobertura, proteger fachada noroeste com colocação de uma massa térmica, sombrear fachadas norte, leste e oeste instalando fartos beirais com 1,20 m, captar ventos frescos instalando captores eólicos, umidificar a edificação instalando espelhos d’água e fontes, evitar ventos secos bloqueando os ventos sudoestes, usar vegetação abundante como beirais verdes e jardins de inverno e principalmente ajudando na preservação como a captação de energia solar para o aquecimento da água aproveitando os espaços e instalando maiores telhados para o norte.


REFERÊNCIAS DE PESQUISA

Obs: As informações adicionais foram retiradas dos seguintes sites:

PIVETTA, Kathia Fernandes Lopes. FILHO, Demóstenes Ferreira da Silva. Arborização Urbana. Brasil, 2002 Disponível em: < http://www.slideshare.net/flavia.smarti/arborizao-urbana > Acesso em 26 de Novembro de 2011.

  PREFEITURA UBERADA CONSTRUINDO UMA NOVA CIDADE. Secretária de meio ambiente e turismo. Brasil, 2011. Disponível em: http://www.uberaba.mg.gov.br/portal/conteudo,608  Acesso em 26 de Novembro de 2011.

RGE GESTÃO AMBIENTA. Manual de Arborização. Brasil, 2011. Disponível em <l http://www.rge-rs.com.br/gestao_ambiental/arborizacao_e_poda/beneficios.asp > Acessado em 26 de Novembro de 2011.


3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. O professor Anderson Bender foi um dos alunos mais dedicados e sérios que pude trabalhar. Acredito que as escolas e/ou empresas em que virão a contratá-lo terão um melhor rendimento devido aos seus trabalhos.

    Parabéns pela dedicação

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado professor Raniere! Grande parte desta dedicação aprendi com você e com sua esposa professora Júlia. Foi muito bom ser aluno de vocês. Abraços

      Excluir

Marcadores